Mês: maio 2016

Lista de erros cognitivos

erros cognitivos
Aprenda a identificar os erros cognitivos que afetam o seu humor

A seguir uma lista de erros cognitivos para ajudar você a controlar seu humor.

Na terapia cognitivo-comportamental, seus pensamentos são abordados a partir de uma perspectiva objetiva para que se sinta mais competente e no controle de seus humores.  Tendo em vista que pensamentos são “apenas pensamentos” e não fatos, estes são tratados, na terapia, como entidades abstratas e subjetivas sem refletirem, necessariamente, a verdade.

Elencam-se aqui onze erros cognitivos mais comuns:

1- POLARIZAÇÃO: você vê o mundo em preto e branco e ignora inúmeros tons de cinza.

Ex .: Se este projeto não for um sucesso vai ser um desastre total.

2- CATASTROFIZAÇÃO: você acredita que o pior está para acontecer, novamente ignora variações como a possibilidade de resultados positivos.

Ex .: Se eu não conseguir esse emprego, não vou ser capaz de me recuperar financeiramente.

3- DESCONSIDERAÇÃO DOS ELEMENTOS POSITIVOS: você esquece ou ignora a importância de suas realizações, bem como de pequenas vitórias como se fossem acontecimentos normais e não merecessem ser reconhecidos tampouco celebrados.

Ex. E daí se eu fui promovido? Isso normalmente acontece com pessoas da minha idade.

4- RACIOCÍNIO EMOCIONAL: suas avaliações são baseadas em sentimentos pessoais e não na razão objetiva.

Ex .: Se eu me sinto incompetente significa que não faço nada certo.

5- ROTULAÇÃO: você usa um termo de conotação negativa para se descrever, uma situação ou outras pessoas como se fosse uma representação fiel destas, sem prova ou análise de quaisquer outras considerações.

Ex .: Eu sou um idiota, ela é uma mercenária e nosso casamento é uma farsa.

6- MAGNIFICAÇÃO E MINIMIZAÇÃO: você julga a si mesmo, os outros e o mundo ao seu redor enfatizando o negativo e reduzindo ou ignorando o valor de elementos positivos.

Ex .: Conseguir uma promoção é o que se espera de alguém da minha idade, já fazer o mesmo trabalho há anos denota incompetência.

7- FILTRO MENTAL: você se concentra em um aspecto negativo para formular julgamento.

Ex .: Porque a minha sobremesa não deu certo, o jantar foi medíocre.

8- LEITURA MENTAL: você acha que sabe o que se passa na mente de outras pessoas sem consultá-las.

Ex .: Ela acha que eu não sou a pessoa certa para liderar a equipe.

9- HIPERGENERALIZAÇÃO: a sua interpretação é baseada em uma avaliação ampla e simplista que ultrapassa o âmbito da questão.

Ex .: (Porque ela não está interessada em mim) eu nunca vou conquistar ninguém de quem eu goste.

10- PERSONALIZAÇÃO: você acredita que os comportamentos negativos de outras pessoas estão relacionados a você.

Ex .: Ele foi embora do bar mais cedo porque me acha chata.

11- DECLARAÇÃO DE OBRIGATORIEDADE: você possui regras e visões inflexíveis de si mesmo e dos outros e exagera a importância de suas próprias expectativas.

Ex .: Eu fiz um comentário bobo na reunião de hoje. Eu não deveria ter aberto a minha boca sem ter certeza do que estou prestes a dizer.

Referência:

Beck, J. S. (2011). Cognitive behaviour therapy, basics and beyond (2nd ed.) New York, NY: The Guilford Press.