Mês: dezembro 2017

Como melhorar a saúde emocional em 2018

Como melhorar a saúde emocional em 2018
Um senso saudável de si próprio só pode ser garantido através dos sentimentos

Aprender a manter um relacionamento saudável consigo depende também da sua habilidade de desenvolver a consciência e respeito do sistema emocional. Para que se sinta inteiro, é vital que aprenda a ouvir, validar e regular as emoções. Um senso saudável de si próprio só pode ser garantido através dos sentimentos, sejam negativos ou positivos, ou uma combinação de ambos. Como é o único meio pelo qual descobrimos quem verdadeiramente somos, o valor de nossa saúde emocional não deve ser subestimado. Se você está determinado a viver uma existência mais gratificante e agradável, seguem algumas dicas de como melhorar a saúde emocional em 2018:

Torne-se mais emocionalmente consciente

Não há melhor maneira de se tornar mais emocionalmente consciente do que dedicar um tempo para perceber como se sente. Se você não for capaz de identificar as emoções com a ajuda do intelecto, dirija a sua atenção ao corpo. As sensações corporais, muitas vezes, são mais eficazes em comunicar o que o seu cérebro não consegue através de palavras. Pergunte-se como se sente no momento. Examine o seu corpo da cabeça aos pés – especialmente as regiões que são propensas a registrarem distúrbios emocionais, tais como: o estômago, peito, pescoço, ombros e testa – e analise o que está lá. Você sente uma leveza ou peso nessas partes? A sua respiração é curta ou profunda? Essas regiões estão relaxadas ou tensas? O que podem dizer sobre as suas necessidades pessoais e estado emocional?

Respeite as emoções negativas

Sentir-se inteiro é inviável se não houver uma congruência emocional. Contrariamente à crença popular, a negligência emocional não é uma maneira eficaz de lidar com as emoções, mas uma estratégia de enfrentamento disfuncional que só leva à infelicidade, bem como a problemas de saúde mental e relacionamento. Se você se sente desconfortável, inadequado, triste ou ansioso, talvez haja uma boa razão para isso. Mesmo quando os seus sentimentos estão desregulados, são exagerados ou não parecem refletir a realidade, isso em si é uma informação de um potencial problema de saúde mental o qual necessita a sua atenção. O autoaperfeiçoamento e a melhoria na qualidade de vida são inatingíveis quando você ignora ou tenta reprimir as emoções negativas. Estar atento ao que não lhe favorece, assim como o seu crescimento e realização pessoal, representa uma atitude inteligente daqueles que desejam se fortalecer por meio dos sentimentos.

Aprenda como regular as emoções

Validar os sentimentos não significa colocar-se totalmente à sua mercê. Há momentos em que devem ser lidados e não somente sentidos. Aprender a se acalmar e controlar as emoções de forma independente consiste na verdadeira autonomia. Não lidar com os sentimentos de forma consciente e proativa tende a resultar em vícios e outros problemas de saúde mental. Para lidar com as emoções negativas de modo saudável, motive-se e seja criativo. Não há uma receita preestabelecida para o relaxamento e bem-estar de todos, já que, como indivíduos, processamos as emoções de maneiras únicas. Descubra o que funciona para você e reflete a sua personalidade através da exploração de novas maneiras de encontrar a paz interior, seja através do exercício, atividade física, exercícios de relaxamento ou respiração, meditação, leitura, dança ou uma ducha de água quente ou fria etc.

Busque o apoio emocional

A vida também é feita de eventos estressantes e até traumáticos que podem ser difíceis de lidar emocionalmente. Se você se sente sobrecarregado e nada parece aliviar a sua dor ou ansiedade, este pode ser o momento certo de procurar a ajuda de um profissional da saúde mental. Não há vergonha em se sentir vulnerável e precisar de outra perspectiva, pois todos passamos por momentos difíceis em nossas vidas, mesmo quando somos demasiado orgulhosos ou envergonhados de admitir este fato. Se você tem os meios para acessar a ajuda de uma terapeuta, recomendo muito fazê-lo, especialmente se não se sente à vontade para falar sobre os sentimentos com uma pessoa conhecida ou foi criado por pais emocionalmente negligentes. A terapia pode ser um ambiente produtivo para se aprender novas habilidades de resolução de problemas e estratégias de enfrentamento, as quais se tornam suas para o resto de sua vida.

O período festivo de fim de ano pode não ser um momento alegre para todos, entretanto, tem o potencial de incitar sentimentos de mudança positivos em muitos. Se você já não tolera mais se sentir desmotivado e vazio por dentro, seguir o recomendado aqui pode ajudá-lo a se reconectar com o seu eu de forma inteira, incluindo as partes que têm sido negligenciadas. Para honrar quem você é em 2018, abra mão de crenças negativas a respeito dos sentimentos que nos roubam da nossa humanidade ou capacidade de sentirmos e nos conectarmos com nós mesmos, as outras pessoas e o mundo a nossa volta. Afinal, ser emocionalmente saudável não requer poderes superextraordinários, mas uma atitude honesta e aberta, a qual nos permite interagir com os nossos mundos interno e externo por meio dos sentimentos.